Gratidão não é mais uma palavra de 8 letras

É muito mais fácil dizer que vai praticar a gratidão do que fazer; na verdade, eu diria que a gratidão é o caminho de um verdadeiro guerreiro emocional.
– por Blythe Landry, LCSW, M.Ed

A vida é um enigma estranho, não é? Parece-me que estamos neste planeta para rir e chorar, fazer música e limpar casas, lançar foguetes e fazer cócegas nos pés. Nascemos para experimentar coisas como amor e confusão, raiva, abandono, a trágica perda de entes queridos, ou mesmo infidelidade – possivelmente cometida por seu marido com seu melhor amigo.

E o que tudo isso significa?

Eu realmente não tenho uma resposta definitiva para isso, mas eu certamente tenho algumas ideias.

A sociedade como um todo tem pensado muito em encontrar equilíbrio na vida. Não quero dizer o tipo de equilíbrio envolvido no trabalho de malabarismo, diversão, amizades, tempo sozinho, compromissos familiares, espiritualidade ou gerenciamento de saúde e condicionamento físico. Eu estou falando de algo completamente diferente. Refiro-me à linha tênue que existe entre realidade e ficção; situações revestidos de expressões de felicidade e experiências autênticas de alegria e positividade; o tipo de equilíbrio que se encontra entre a dor e o prazer. E a palavra que continua voltando para mim é gratidão.

Sim, eu sei que gratidão é a palavra de ordem da década. Somos constantemente solicitados a fazer listas de gratidão.  Supostamente podemos usar para encontrar liberdade e felicidade, como se a gratidão pudesse fazer o mundo se curvar à nossa vontade. Eu acho que o foco popular e muitas vezes míope na gratidão da mídia coloca muita pressão sobre uma pessoa. E muito parecido com tudo o mais, acredito que mesmo com gratidão, há um yin e um yang.

A libertação

Explico: A dor é inevitável na vida. Não é fácil se recuperar de contratempos pessoais, eventos infelizes e relacionamentos interrompidos. Mas quando a vida parece impossível de lidar, você ainda tem a oportunidade de praticar gratidão. A primeira coisa que você precisa fazer é aceitar a si mesmo e sua capacidade de lidar e responder às suas circunstâncias. O processo pode ser angustiante e não tão bonito, mas ajudará a libertar-se da negatividade dessas experiências e permitirá que você pratique gratidão.

Em momentos de silêncio, acredito que a gratidão realmente significa reconhecer o bem em todos os aspectos da vida de alguém. Isso ajuda as pessoas a expandirem suas asas e aceitarem a si mesmas e seu poder de mudar, se assim desejarem. Isso, meus amigos, é a inclinação em que falamos em terapia. É isso que desejo encontrar em minha própria vida e nas vidas de todos que encontro. É verdade que a vida é difícil, mas é bonita, desafiadora e vale a pena viver ao máximo. E temos a opção de enfrentá-la ou fugir dela. Mas gratidão e compreensão andam de mãos dadas.

Agora, eu não sei sobre você, mas acho que praticar a gratidão por TUDO – mesmo quando as coisas não acontecem como gostaríamos – é o verdadeiro caminho para aquela alegria reflexiva que todos buscamos encontrar.

 

Precisa de ajuda?

Consulte um de nossos psicólogos online! A 99psico está aqui para te ajudar.

Estou com depressão?

Estou com depressão?

A pergunta nem sempre tem uma resposta clara, especialmente porque os sintomas da depressão podem variar de pessoa para pessoa. Como a depressão se...